segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Teste de honestidade


















A história se passa nos anos 80 , sala de aula da escola americana do colégio Mackenzie.
Minha filha Ana Carolina resolveu fazer um teste de honestidade com um amiguinho da classe.
Pega de sua mochila uma nota de UM REAL , amassa e joga perto da carteira do menino e imediatamente pergunta ao mesmo se o dinheiro é dele.
Rapidamente o coleguinha diz que sim , pega a cédula amassada e coloca no bolso.
Ela chega em casa e conta o episódio , meio decepcionada, mas aliviada por ter descoberto que o menino além de mentiroso é desonesto , portanto não é digno de sua admiração.

Pois é!
No mundo em que vivemos, o normal é ser desonesto e mentiroso, quando encontramos uma pessoa honesta ficamos surpresos.
A honestidade deveria ser uma coisa preciosa para nós, mas vamos combinar, com os políticos que temos, que acham normal roubar , que desviam dinheiro para suas contas pessoais no exterior e que dizem que estão se lixando para a opinião do povão, o que podemos esperar de nossas crianças?
Quando lembro desse episódio ainda tenho esperança de que nem tudo está perdido.

Nadinha Mara

8 comentários:

Leo Baiano disse...

Sabe, quase sempre a culpa disto é dos pais que não dão a devida educação e exemplo a seus filhos. Outro dia publiquei uma charge que chegou por e-mail, nela apareciam os pais, o filho e a professora e os pais estavam brigando com o filho por causa das notas baixas. No futuro a mesma imagem só que os pais brigavam com a professora por causa das notas baixas.

Realmente no mundo de hoje é surpreendente quando encontramos alguém honesto e verdadeiro, são qualidades raras...

Leo Baiano,
http://www.leobaiano.com/voce-corre-para-pegar-onibus.html

Aninha Leme disse...

huahauhauahaua
nossa, como eu fui cretina, sabe, nunca fui mesmo de conseguir guardar muito dinheiro... onde já se viu, fazer teste de honestidade!! hahaahhaha
estou com medo das próximas histórias daqui, porque meu filme tá sendo carbonizado.

beijos

Nádia Mara disse...

Tem selinho carinhoso para você no blog
http://lindas-flores.blogspot.com/

beijos afros

Desabafando disse...

gostei da história...e gostei da atitude da Aninha, pena que a constatação foi triste!

Juliano disse...

Gostei desse teste..!

Bjooooos !

Isadhora disse...

Aiiii que coisa mais linda essa minha Nega!!!
Vontade de pêtá!!!

Blog do Óbvio disse...

Nádia, muito providencial esse teste. A Aninha fica "carbonizada" por não saber o que vem pela frente. Que ela não se preocupe, pois se esse é o padrão, só pode vir coisa melhor. De fato é meio que apavorante o futuro da honestidade. Está ficando normal ser desonesto. Quem é honesto faz papel de bobo. Pensar que meu avô dizia que em se tratando de honestidade, não existe meio termo. Ou se é honesto ou desonesto. E dizem que o exemplo vem de cima...
Um beijinho sincero e amigo com muito carinho. Manoel.

Why Worry disse...

praticamente uma tolinha
rsrssrrs