sábado, 8 de agosto de 2009

Inimigos Públicos

Pois é...
não vou dar uma de comentarista de filmes aqui... mas preciso dizer que esse filme foi no mínimo hilário.
A começar pela companhia: Lenhas e Drix no cine como antigamente fazíamos. Ahh tempos bons aqueles de ginásio.
Primeiro já cheguei no shopping com dor de cabeça. Lenhas e eu tomamos um café e ainda comemos um docinho (hehe pra não dizer doção).
Quando compramos as entradas, sentimos falta das carteirinhas de estudante, que expiraram em julho de 2009. SNIFS! Pagar inteira era uma experiência que eu não provava há 27 anos...
A Drix chegou depois e tive de passar por cima dos pés dos vizinhos de poltrona duas vezes para poder levar o ingresso dela, que me esperava lá fora do cine. Aiquemedo.
O filme começou, e até que foi bom. O duro é que minha cabeça latejava de dor, enquanto a Drix estava cansada do trampo de plantãomédico a semana inteira e Lenhas se remexia na poltrona. KKKKKKK
parecia mais um encontro de idosas. rs
Duas horas e pouco de filme depois, saí com dor nos quartos, Lenhas com estresse e pressa e Drix tentando administrar a situation.
Importante mesmo ressaltar é que no final do filme, não entendemos a tradução que fizeram (e o pior é que foi bem no final mesmo, e era só legenda, ninguém falando nada)
Disse a legenda em português:
-E fulaninho morreu pela própria mão.

Gente, como pode alguém morrer pela própria mão?
Vou morrer sem entender essa (e espero que não seja pela mão, deve ser muito sofrimento pra um ser humano só)

beijos e bom domingo pra vcs!

4 comentários:

Nádia Mara disse...

Isso me lembrou que "Peixe morre pela boca"!

hehehehe

Espero que amanhã as 3 idosas estejam bem!

Blog do Óbvio disse...

Aninha, acho que morrer pelas próprias mãos, é suicídio. Bom domingo. Carinhoso e analgésico beijo. Manoel.

Gabitus disse...

Oh!

Adeus, Graúna!!

Déia disse...

rsrsrs era mais fácil "suicídio"?

Quem se mata, morre pela própria mão, logo se suicida!?

E tem gente que ganha pra isso! Vou tirar lágrimas do meu próprio olho! Se podemos complicar, porque simplificar? rsrsrsrs